Imagem capa - Nossa entrevista para
O Poder do Amor.

Nossa entrevista para "MyWed"

Na data de hoje respondemos à uma entrevista para o site MyWed.com, que assim como a Inspiration Photographer, é uma associação para os melhores fotógrafos do mundo! Estamos extremamente felizes em fazer parte de associações de fotógrafos de casamento tão renomadas. Para facilitar a leitura colocamos as perguntas com as respostas aqui, mas você pode acessar também através do link que estará no final desse post.





  • — Como entrou na fotografia de casamento?
    — Antes de fotografar eu pintava. Não era nada profissional, mas era um hobbie que me acalmava muito. Adorava pintar retratos e me inspirava muito em pintores renascentistas. Durante um período da minha vida desisti dos pincéis e comecei a registrar aquilo que via, era um processo artístico mais rápido e me permitia contar ainda mais histórias. Caminhei por diversas áreas da fotografia antes de me encantar pela fotografia de Casamento, como: Moda, Retratos Corporativos e Festivais de Música.


  • — Em sua opinião, quais são os componentes mais importantes para uma boa fotografia? 
    — A história que você quer contar e a maneira como você a vê. Por que eu digo isso? Porque isso é singular! É isso que o torna diferente. A técnica é importantíssima, mas se você não enxerga a história, não há o que ser contado.


  • — Gosta de viajar? 
    — Completamente apaixonado por viagens!


  • — O que mais gosta na sua profissão? 
    — Contar histórias e ser o mensageiro delas para outras gerações. Acho fascinante poder mostrar à outras gerações aquilo que eu vi em determinado momento.


  • — Qual será o futuro da fotografia de casamento? 
    — Na minha opinião, a Fotografia de Casamentos sempre terá um futuro promissor. Afinal, um momento tão importante merece ser registrado a altura e cabe a nós, fotógrafos de casamentos, encontrar os detalhes para sermos os mensageiros desse grande dia para o futuro.


  • — Existem tendências na fotografia de casamento?
    — Sim. Mas, independente de tendências, a fotografia de casamentos, em minha opinião, deve ser consistente e atemporal. A mesma foto olhada daqui a 20/30 anos, deverá fazer sentido para aqueles que a veem e não compreendem o modismo da época. Ou seja: Existem. Mas, nem todas tendências são válidas! É necessário saber filtrá-las. A Cor seletiva e o HDR mais "puxado", são exemplos disso.


  • — Quais são as coisas em que as pessoas comuns não reparam que podem ser captadas pelo fotógrafo de casamento? 
    — Não gosto do termo "pessoas comuns" x "fotógrafos". Acredito que qualquer pessoa que treina seu olhar para olhar diferente uma determinada cena, pode conseguir resultados fantásticos! Os meus olhos venho treinando desde meus 15 anos, quando comecei a fotografar, para ver além do óbvio.
    É um treinamento constante! E sempre andam junto com meus conhecimentos técnicos na fotografia.Acredito que é esse o diferencial do meu olhar para o olhar de um convidado. Anos de prática nos levam a uma melhor consistência artística e técnica.


  • — Na sua opinião, que pessoa poderá ser o símbolo do século XXI? 
    — Há muitas pessoas que em minha opinião poderiam ser o símbolo do século XXI. Cada uma por um motivo diferente! Não ousarei entrar nesse mérito. risos.


  • — Acredita que consegue replicar a alma da pessoa que está a fotografar?
    — Acredito que a fotografia é entrega! E não só de minha parte, mas também da pessoa em que eu fotografo. Se essa pessoa se entregar verdadeiramente a um momento, a ponto de esquecer que está sendo fotografada, ou não levar isso como um impecílio que a desconecte, não tenho sombra de dúvidas que sim! Consigo e será uma fotografia tão linda quando a própria alma desta pessoa.


  • — Com quem gostaria de fotografar? 
    — Com o mestre Sebastião Salgado.


  • — Qual foi o momento mais impressionante na sua vida? 
    — A resposta de que o câncer que minha mãe possuía havia sido curado.


  • — Que personagem animada, literária ou de um filme gostaria de ser? Porquê?
    — Peter Parker. Além de fotógrafo é um super herói! risos.


  • — Quem o inspira na sua vida e porquê? 
    — Tudo na vida é inspiração! Essa frase que carrego comigo define bem isso:
    "Há quem veja inspiração até em pedra. Há quem seja a pedra".


  • — Como define o sucesso? Como o afere? 
    — Tenho para mim que o sucesso é apenas o nome que se dá ao sentimento de uma tarefa pré-estabelecida por alguém, realizada de maneira correta e honesta.


  • — Gostaria mais de ser amado ou respeitado?
    —Essa responderei com outra pergunta: Nós respeitamos quem amamos. Mas, será que amamos quem respeitamos?Prefiro que o amor prevaleça sempre.


  • — Como aprende a tirar fotos melhores?
    —Estudando! 5% Inspiração 95% Transpiração.


  • — O que o motiva a continuar a fotografar?
    — Meus sonhos. Mais que artista, sou um empreendedor sonhador!


  • — Quem são os seus heróis?
    — Meus avós e meus pais.


  • — O que faz nos seus tempos livres? 
    — Adoro pintar, ir ao cinema, ouvir música, tocar violão e assistir séries.


  • — Faz amigos com facilidade? 
    — Sim.


  • — Gosta de cães e gatos? 
    — Apaixonado por animais!


  • — Apenas fotografa casamentos? 
    — Na maior parte do tempo sim! Quando me sobra tempo faço alguns trabalhos fotográficos relacionados a Moda e Comportamento.


  • — A melhor coisa na vida é:
    — VIVER!


  • — Pode dar algumas dicas para fotógrafos de casamentos principiantes? 
    — Sim!
  • 1- Tente não começar sozinho.
    2- Um passo de cada vez é importante!
    3- Não tenha vergonha de perguntar.
    4- Encontre pessoas que te inspiram e se puder, conviva com elas.
    5- Aproveite a jornada (;


Link para entrevista: https://mywed.com/pt/photographer/JeffersonAlcanta/interview/